Archive for agosto \31\UTC 2009

h1

Coluna do Carlinhos

31/08/2009

 Rapidinhas

Muito bom o jogo Manchester United x Arsenal. Embora com um jogo menos vistoso e com um time que certamente é pior do que o do ano passado, o ManU fez valer a sua condição de mandante e conquistou os 3 pontos. Mas gostei do jogo do Arsenal.

Destaque para Arshavin. Esse cara ainda vai dar muito o que falar. Que golaço. Craque.

Em Milão, a Inter não tomou conhecimento do time do Leo… que vareio.

 O Leonardo vai tendo um começo de carreira conturbado. Melhor botar a barbicha de molho. O Berlusca já questionou seu esquema tático e acho que ele vai aprender da pior maneira possível que o Thiago Silva na esquerda rende bem menos. E o Ronaldinho, se jogando no chão e apitando o jogo o tempo todo? Deveria mudar de modalidade e passar para os saltos ornamentais. Haja cervejinha.

 O episódio da expulsão do Gattuso foi emblemático de um time desorganizado. Como é que um jogador sentado no banco (Seedorf), estava sem as chuteiras? (aliás, o que faz ele no banco? Acorda Leo!) Ao permanecer em campo mais do que deveria com uma contusão, o botinudo Gattuso, que já deveria ter sido expulso, levou o 2º amarelo, para deixar o Leonardo e o Seedorf com cara de pateta à beira do gramado. Me desculpem, mas isso nem no Fluminense.

Que partida fez o Diego pela Juve. O Mexes está procurando ele até agora. Então, quer dizer que para o Dunga, o bom daquela “velha” dupla santista é o Robinho (esse sanguessuga). Realmente…

A demissão do competentíssimo e excelente caráter Dr. Michael Simoni pela anta Tote Menezes expôs de maneira inequívoca o racha que existe nas Laranjeiras. Na verdade, racha é pouco. É o esfarelamento da coisa toda. Está tudo um horror internamente. Indo cada vez pior, renovando o repertório de partida bisonhas, estamos prestes a ser o time que caiu para a segundona com o maior número de rodadas de antecedência. Dá-lhe Horca! Dá-lhe Tote!

Estava vendo essa semana um programa na NatGeo com o Montoya, onde ele e sua “equipe” passam o tempo todo esculhambando a F1 e fazendo barbeiragem na Nascar. Eles chegam ao ponto de dizer que como os carros da F1 são avançados tecnologicamente, o piloto acaba sendo um “chofer” dos engenheiros. Será? Então como explicar que um piloto medíocre porém experiente como o Luca Badoer chegue sistematicamente em último? Bons pilotos fazem diferença. Sempre. Acho que o barbeiro do Montoya tinha que tratar disso no divã, ou arrumar outra auto-escola para tirar uma superlicença.

Já o Rubinho…  só um terreiro resolve. Saravá!

Carlos Clark é tricolor (legítimo) mas tem muita simpatia pela Inter e pelo Arsenal. Colabora com o Fla&News com notícias do mundo do esporte.

h1

E ninguém cala…

31/08/2009

O Botafogo empatou com o Grêmio no Engenhão (ou Vazião, como sempre) por 3×3 num jogo em que tinha tudo pra vencer mas quase perdeu.andre_lima

O jogo já tinha ingredientes interessantes antes de começar. O Botafogo, com enormes dificuldades de vencer em casa e o Grêmio, com uma campanha em que praticamente inexiste  quando sai de Porto Alegre (Talvez fosse mais inteligente economizar as passagens).

O Gremio contou com boa atuação do atacante Jonas, que quase conseguiu perder o primeiro gol de forma inacreditável.

E o mais chorão de todos os clubes brasileiros arrumou hoje mais algumas reclamações para sua extensa lista.

2 lances chamam a atenção e despertam a ira da estrela solitária.

No segundo gol gremista, o lateral cruza após a bola ja ter saído pela linha de fundo. O lance é claro, mas muito rápido, e na realidade, quem deveria ter apontado a saída da bola era o assistente, que estava mais próximo. Para o juiz, era difícil mesmo.jonas_gremio

O outro lance é claramente de interpretação, pois o árbitro estava próximo. O lateral Alessandro entra na area e cruza, a bola bate nitidamente na mão do jogador gremista mas o juiz entende que não foi intencional. Segue o jogo.

Esse Botafogo de 2009 me lembra muito a Portuguesa de 2008. Joga relativamente bem, encara times mais poderosos de frente, com esquema bem armado, mas leva gols bobos e se complica. A Lusa, todos sabem, acabou na série B.

Diferente do Fluminense, que parece ja estar treinando para a Série B 2010, ainda há chance para o Botafogo sobreviver. Existem times piores no campeonato e o técnico Estevam Soares tem condições de dar padrão de jogo à equipe e conquistar os pontos que mantenham o alvinegro na Série A.

h1

Fuga do caldeirão

30/08/2009

Depois daquele FLAxFLU medonho da Copa Sulamericana (Ao qual preferimos ignorar, tal a ruidade do jogo e das equipes), havia pouco o que esperar. O adversário, apesar de ensaiar uma subida na tabela, era considerado mais fraco. Fato que transformaria a Gávea num caldeirão em caso de derrota e que deixaria o técnico Andrade em situação insustentável.

O Flamengo não teve Adriano, suspenso por 3 cartões amarelos. Com a venda de Emersom para o mundo das mil e uma noites, o eleito para fazer a parceria a Denis Marques no ataque rubro negro foi o contestado Zé Roberto.

E, por incrível que pareça, o ex atacante do Botafogo foi muio bem no jogo. Provavelmente ze_roberto_flatenha feito a sua melhor partida com a camisa do Flamengo desde que foi contratado junto ao Schalke 04, no início do ano.

Mas,  melhor em campo, foi Dejan Petkovic. O sérvio, desta vez teve fôlego para aguentar o jogo inteiro, com direito a arrancada no fim do Segundo tempo que deu o terceiro gol ao Flamengo. Se Pet conseguir manter esse nível de atuação, sua contratação será justificada não só como estratégia econômica. Hoje em dia, com ele em campo, o time é um. Sem ele, é outro. E a diferença é gritante.

O resultado final de 3×0 ficou justo. Vale a menção para o retorno de Léo Moura, que jogou bem e mostrou que faz realmente a diferença (Não é mole aguentar o Everton Silva). E, tivemos também a estréia do zagueiro Alvaro, que veio do Internacional. Ele não é nenhum craque, mas perto do Wellington, parece o Canavarro.

O Rubro Negro chegou aos 30 pontos. Não ha nada o que se comemorar a não ser a vitória, pura e simples. O time mostrou melhorias atuando num 4-4-2 mais organizado.  No campeonato, tudo esta em aberto, mas já será razoável se passarmos longe da luta pra não cair.

Lembrando, pois vale a piada. No dia em que o Fisichella consegue uma pole dirigindo um Force India, até o Zé Roberto é capaz de jogar bem.

h1

Coincidência?

28/08/2009

Sandro_internacional-RSO bom volante Sandro, revelação do Internacional-RS no Campeonato Brasileiro, foi convocado pelo técnico Dunga para substituir Josué, machucado.

Ocorre que o Tottenham Hotspurs, da Inglaterra, esta negociando a aquisição do jogador junto ao clube colorado e também é público e notório que as regras para liberação de visto de trabalho no futebol inglês são bastante rígidas, a não ser que haja convocação do futebolista para sua seleção nacional.

Porque será que eu acho que nem tudo no futebol é coincidência?

h1

Boa quarta na Vila Belmiro

28/08/2009

 

O Internacional, eterno candidato ao título, foi à Vila Belmiro enfrentar o Santos e eles fizeram um bom jogo. E, começou jogando melhor, chegando a perder um gol cara a cara com o dispersivo Andrezinho. Mas, logo o Santos se encontrou e marcou 2 gols. O segundo, um belo gol de Kléber Pereira, que parece ter reencontrado o bom ambiente na equipe. O Inter empatou ainda no primeiro tempo.alecsandro_inter

No segundo tempo, o Inter virou (?!?!). Detalhe, os 3 gols colorados foram marcados pelo centroavante Alecsandro, mais conhecido por ser irmão do exótico Richarlysson. O time paulista partiu pra cima, conseguiu empatar com Kléber Pereira (de novo) e quase virou o jogo no fim. Tudo acabou no 3×3, na prática, ruim para os dois lados.

O Santos deverá ter bons momentos ainda no campeonato pois o time no geral, é bom, apesar da limitada defesa. Mas não dá pra almejar nada mais do que classificação à Sulamericana em 2009, por mais que Vanderlei Luxemburgo tente mascarar isso. Já o Internacional, é uma incógnita. Tem elenco, além do time, bastante qualificado. É muito forte no Beira Rio, mas não tem grande desempenho quando joga fora de Porto Alegre (Apesar de ter jogado em na Vila Belmiro). Particularmente, tenho dificuldade de acreditar que o especialista em neurolingüística Tite consiga levar o time colorado ao título brasileiro.

h1

Coluna do Carlinhos

24/08/2009

 

Rodada dupla do terror

Ontem fui ao aniversário de uma prima da minha mulher e lá me deparei com uma TV de 50 polegadas, Full HD, pay per view pago e transmissão do possante Fluminense x Barueri em HD. Impressionante a qualidade da imagem. Realmente fantástica. Deu para ver com qualidade e nitidez impressionantes a feiúra do novo uniforme tricolor, a buraqueira do Maracanã e as caras de palerma dos heróis que pagaram para testemunhar mais esse épico da ruindade tricolor. Depois tive estômago (bem cheio, é verdade)  para encarar um Flamengo e Avaí muito do sem vergonha.

Algumas observações.

Após o jogo o RG vangloriava-se de ser o único técnico (Corajoso? Senil? Parvo? Delirante?) brasileiro a colocar um time num 4-3-3 ofensivo. Realmente. Como qualquer moleque de 10 anos que joga suas peladas sabe que aconteceria, o Barueri não tomou conhecimento do meio-campo e só não passou o carro em cima porque perdeu um caminhão de gols. Sem sacanagem. O Renato treina mesmo como ele diz? Corrige posicionamento? Para e chama a atenção? Duvide-o-dó. Ontem éramos desesperados dentro e fora de campo. Verdadeiro show de horrores. Vamos tentar lutar por um fim honroso, de preferência poupando-nos de qualquer esperança desnecessária. Me ocorre algo agora. O que faz o Valdir Espinosa nas Laranjeiras?

Já no outro jogo, vi um time fraco do Avaí, que, diga-se de passagem é uma verdadeira aberração estar no G4. Voluntarioso, joga certinho e tal, mas não acredito que isso dure até o final. O Atlétigo-MG por exemplo, já virou abóbora e está voltando ao seu lugar de direito. Mas prestei atenção foi num Flamengo completamente desfigurado em campo. A maré não está boa, o elenco tem a conta do chá e pelo visto o Tromba padece da mesma ingenuidade e falta de experiência do seu colega tricolor. Mesmo sabendo que este não é o verdadeiro time do Fla, ontem conseguiu jogar tão mal quanto o time do RG. Mal posicionado, perdido, completamente impotente diante da correria dos ilhéus. E quando vi o cara estourando o músculo no meio da corrida, me lembrei da coluna do Phill. É muita contusão junto com um planejamento digamos assim, inexistente. Mas voltando todo mundo, o urubu deve se safar da zona maldita. Mas não vai almejar mais nada no campeonato. Vamos mal, cariocada…

Agora, a pergunta que não quer calar. Quais serão os times em campo na quarta pela Sulamiranda? O Renato queria ir com os reservas. E o Andrade, vai botar quem? Corre o risco de ser o pior e mais desacreditado Fla x Flu de todos os tempos. Uma pelada histórica. O resto do Brasil ri à toa.

Carlos Clark não é masoquista, mas viu os 2 jogos inteiros e não passou mal. Inacreditável. Colabora com a Fla&News com notas sobre o futebol tricolor e carioca.

h1

Fla&News motorsports

24/08/2009

A centésima.rubens_barrichello

E Rubens venceu em Valencia. No Grande Premio disputado nas ruas do porto da bela cidade espanhola o brasileiro lembrou, junto com seu chefe Ross Brawn, os melhores momentos de Ferrari, quando muitas vitórias era conquistadas na base da estratégia.

A equipe de Ross Brawn praticamente sacrificou a luta pela pole position, visando a vitória no domingo. Eles sabiam que seria difícil lutar contra as McLarens e seu KERS na largada, mas que seria possível manter ritmo forte, retardando pit stops e tentar ganhar as posições nos boxes. Para isso tudo dar certo, precisava contar com a competência de seus pilotos. E aí, entrou Barrichello, que fez 3 voltas de classificação quando Kovalainen foi aos boxes pela primeira vez.

No segundo pit, o obejtivo era a liderança. E aí, a McLaren deu uma ajudinha. Preocupada com a alta temperatura dos pneus de Lewis Hamilton, a equipe chamou o inglês sem que os mecânicos estivessem prontos. Perderam alguns segundos preciosos. Que foram mais do que suficientes para o brasileiro fazer seu pit stop e voltar na frente.

É bom que se diga, que analisando os tempos de volta e os perdidos nos pit stops, provavelmente Rubens Barrichello também voltaria na frente, mas a luta seria dura, pois Lewis ficaria muito próximo.

largada-valenciaBarrichello conquistou sua décima vitória na Formula 1 e a centésima de um brasileiro na categoria. 10 vitórias em 16 anos de categoria parece pouco, mas não é. Vencer na categoria máxima do automobilismo mundial é tarefa muito difícil. E ele construiu sua carreira com dedicação, empenho e competência. É bem verdade às vezes, tropeça nas declarações e promete algo que sabe ser improvável de conseguir cumprir. Mas assim é Barrichello, um piloto com coração e amor ao que faz, acima de tudo.

E o Campeonato? Button salvou 2 pontinhos, lidera com folga mas não tem brilhado nas últimas provas. Rubens renasceu mas sua tarefa é complicadíssima. As Red Bulls terão chance de voltar à disputa se forem bem nas próximas 2 corridas, que serão disputadas em autódromos de alta velocidade (Spa e Monza), onde devem andar melhor.

Na semana que vem, promessa de boa corrida na melhor pista do campeonato mundial, Spa Francorchamps, na Bélgica.

João Lucas Vieira é o fanático por automobilismo que escreve no Fla&News sobre o esporte a motor.