Archive for the ‘Futebol Paulista’ Category

h1

Ó Tricolor!!!!!!!

01/02/2010

Feliz ano novos queridos leitores! Eu estava curtindo uma ressaca do campeonato brasileiro do ano passado, esperando a poeira baixar depois do Penta Campeonato Rubro Negro e, cá estou de volta pronto para anunciar a MELHOR TEMPORADA TRICOLOR DA HISTÓRIA!

Tudo começou na Copinha onde o Tricolorzinho tava mais para locomotiva do que para o famoso Expressinho da década de 90 que, assim como os meninos de 2010, massacrava seus adversários.

O paulistinha é campeonato menor, coisa pra time sem estádio mas, já faz um tempo que não ganhamos.

O São Paulo B que empatou no domingo a noite com o Sertãozinho, depois de entrosado, dá conta do recado.

 O time das Frangas Centenárias, as Róseas da Turiassu e o Santos, mesmo com a mentira em forma de pedaladas, não são páreos para o time B do Morumbi.

O que realmente importa pra esse, e qualquer outro ano, é a Taça Libertadores!

Enquanto para alguns ela é obsessão, um sonho, para nós ela é uma velha amiga. Queremos que ela passe mais um ano conosco, é uma visita super bem vinda!

Nas minhas contas terminaremos o ano jogando no 7-4-4 (fora o tetra do mundo)!

Saudações tricolores! Até semana que vem…

Diego Honorato é são paulino, publicitário, e tem certeza que 2009 foi um ano para que  a graça no futebol voltasse mas, em 2010, a lógica volta a funcionar!

h1

Copa SP dos Empresários

04/01/2010

Enquanto muitas coisas no futebol brasileiro melhoram, outras poucas, pioram.

É o caso da Copa São Paulo de Futebol Júnior, que não é mais júnior, mas sim juvenil. A idade máxima para disputar a competição é 18 anos. Inexplicável….

Pasmem, são 92 times. Critério nenhum para convites. Um monte de timecos. E esses times começam a jogar no dia 02 e a final é no dia 25 (aniversário de São Paulo). É incompreensível porque a Copinha não começa no início de dezembro, em fases eliminatórias. Pois já seria um atrativo para as Tvs mostrarem esses jogos ao invés das peladas de fim de ano organizadas pelos boleiros.

O que se vê em campo são times de empresários, sem estrutura alguma, tentando evitar goleadas dos times grandes, que mantém a estrutura das divisões de base o ano todo. Sem falar nos gramados, que parecem num concurso de qual deles consegue ser o pior.

A Federação Paulista de Futebol, que em tese, organiza a competição, a usa para angariar apoio no interior do estado. Por isso se vê grupos nos mais escondidos cantos do estado.

A Copinha, que ja revelou um monte de craques históricos do futebol brasileiro se tornou uma competição inexpressiva. Na ânsia de crescer, priorizou-se a quantidade em prol da qualidade. E é o que a gente vê na TV nesses primeiros dias do ano.

h1

Coração tricolor (paulista)

20/08/2009

O perigo é iminente. Salve-se quem puder porque ele chegou!

O CAMPEÃO CHEGOU!!!

campeao_chegou

 

Diego Honorato é são paulino e não precisa escrever nada esta semana sobre o São Paulo. Colabora com o Fla&News com suas impressões sobre o tricolor paulista.

h1

Coração tricolor (paulista)

12/08/2009

 tecnicos_do_spfc

No futebol nada se cria, tudo se melhora

Mais uma vitória. Agora são cinco seguidas. Sete jogos de invencibilidade no total (6V 1E).

Ricardo Gomes seria o novo Telê Santana? Uma nova versão do Profº. Minelli?

Não. Não é para tanto. Ele é sim um rapaz muito esperto.

Qual a maior qualidade do Tricolor Paulista desde o ano de 2004, quando Cuca começou a “montar” este time que agora, novamente, é visto como um dos grandes candidatos ao título brasileiro? O Esquema.

Cuca montou um São Paulo num 3-5-2 que de retranca não tem nada. Os técnicos posteriores, aproveitando-se desse legado apenas adaptaram o que já estava dando certo.

Em 2005 Leão instituiu a regra da “um time com defesa sólida é mais competitivo”. Pegou.

Ainda no mesmo ano Paulo Autuori aproveitou-se disso, mas impôs sua característica: já temos uma defesa sólida, agora ficaremos com a posse da bola e sairemos rápidos para o ataque. Pegou.

Em 2006 veio o Muricy. Este sim deu ao time o que parecia ser o toque final.

Time forte na defesa, rápido no contra ataque, mortal na jogada aérea e, como maior toque pessoal: marcação pressão desde o ataque. Roubando a bola ainda no ataque, você já está muito mais perto do gol. Não precisa andar o campo inteiro para marcar. Deu muito certo até o começo deste ano. Não era o toque final.

O time, porque quem ganha jogo mesmo são os jogadores, começou a não render mais. As jogadas mortais passaram a ser previsíveis. As variações já não surpreendiam e por isso, três anos e meio depois, chega Ricardo Gomes no lugar do supercampeão Muricy.

Ricardo pensou: agora é minha vez. Vou dar uma cara nova para este time. Vou mudar tudo. Sai o 3-5-2, entra o meu 4-4-2.

Já tentaram ensinar cachorro velho a fazer truque novo? Pois é, não dá. Ele reparou isto. E lá foi o São Paulo se apegar às “raízes” novamente. Volta o 3-5-2, mas com o toque, não poderia deixar de ter, do novo treinador.

Chegou a hora da receita de um prato que é campeão: Le Jason du Morumbi

Anote os ingredientes: 

– um time forte na defesa

– 6 ou mais jogadores que chegam rápido para o contra ataque

– uma pitada de jogada aérea

– marcação pressão desde o ataque (pode-se usar os atacantes, um meia e os dois alas aqui)

E, como gran’finale: muita posse e toque de bola. Assim o adversário não fica com ela e a chance do seu time ser campeão é muito maior. A Torcida vai adorar!

Domingo tem mais. Mataremos mais um Leão mas, o que queremos mesmo, é que a Porca torça o rabo no dia 30/08 (e no final da refeição também).

E só adaptando um grito dos nossos companheiros Flameguistas:

“ E ninguém cala, esse chororõ! Chora a Galinhada, chora a Porcada, o Campeão Voltou!!!”

Diego Honorato é publicitário, são paulino e colabora com o Fla&News com suas impressões sobre o Hepta, ops, Hexa Campeão brasileiro.

h1

4-3-2-1

23/06/2009

spfc-eliminacoes

h1

O caso Muricy

20/06/2009

Muricy Ramalho - spfcMuricy Ramalho caiu no São Paulo FC. Foram 3 anos e meio dirigindo o clube mais estruturado do Brasil.

Os resultados, respeitáveis, seriam suficientes para transforma-lo numa espécie de Alex Ferguson brasileiro, não bastou para a diretoria tricolor dispensa-lo. 3 títulos brasileiros seguidos é uma façanha difícil de ser igualada no sempre tão nivelado futebol tupiniquim.

Mas a diretoria entendeu que o técnico, que dirigiu o elenco na mão de ferro durante tanto tempo, perdeu o rumo e o comando do time. Jogadores insatisfeitos com a reserva, outros com o esquema tático.

É fato que já em 2008, e principalmente em 2009, Muricy não conseguiu fazer o time jogar futebol. O São Paulo praticava uma espécie de futebol ingles dos anos 70/80… Jogava a bola na área a partir da intermediária e esperava alguma delas entrar. Deu certo no Brasileirao 2008, muito mais por incompetencia de quem estava na frente do que por grandes méritos paulistas. Mas não deu na Libertadores 2008 e depois na 2009. Aí, não dá pra criticar a decisão de Juvenal Juvencio.

Muricy Ramalho é vítima da obsessão do São Paulo Futebol Clube pela Taça Libertadores da América. Ele, definitivamente, não é um técnico afeito às questões motivacionais. Seu time não anda bem em torneios mata-mata.

Após o anúncio da demissão de Muricy, o São Paulo anunciou a contratação de Ricardo Gomes para seu lugar. O ex-zagueiro do Fluminense e da seleção brasileira das Copas de 90 e 94 chega ao tricolor paulista com um curriculum fraco como técnico. É uma aposta, váida até. Mas os tricolores paulistas podem começar a se preparar para, talvez, disputar a Copa do Brasil em 2010.

Atualização

Em uma entrevista a uma rádio paulista, Muricy Ramalho explicou suas razões no trabalho desenvolvido no São Paulo e aproveitou para revelar que o técnico do Flamengo Cuca teria ligado para o presidente Juvenal Juvencio para se oferecer ao clube caso o titular fosse dispensado.

É o tipo de  notícia que precisa ser melhor explicada pois envolve um monte de gente que não tem nada a ver com o caso. Se for verdade, deveria ser caso de demissão sumária do Cuca no Flamengo. Um absurdo.

E mais, se não tiver acontecido, o que todos esperam é que o Cuca cobre na justiça que Muricy Ramalho prove o que disse.

h1

Atualizações do brasileirão

05/06/2009

Gremio 3×0 Nautico

O tricolor gaúcho fez valer sua força jogando na fria Porto Alegre. Nos primeiros 20 minutos o Nautico teve boa postura, e ate criou algumas boas chances. Mas, num lance polemico de impedimento, Souza marcou. A partir daí, complicou. Maxi Lopes e novamente Souza fecharam o bom resultado.

Santo Andre 3×3 Santos

Mesmo ficando 3x à frente do placar, o Santos permitiu o empate do time do Ramalhão no bom jogo disputado em Santo André. A registrar a entrada (mais uma) violenta e desnecessária do goleiro Fabio Costa no lateral Gustavo Nery e também o belo gol de falta do zagueiro Fabão.

*Nesse fim de semana, o FLANEWS volta a sua programação normal acompanhando os jogos do campeonato brasileiro 2009.