Archive for maio \31\UTC 2009

h1

Frases para não esquecer

31/05/2009

“Assustado? Não, de jeito nehum. O Adriano é jogador igual a gente. O que aconteceu foi que fui cortar o cruzamento e peguei mal na bola. Fiz o gol contra, mas não teve nada a ver com a presença do Adriano.”

Antonio Carlos – Zagueiro do Atlético Paranaense – Tentando explicar o gol contra que fez no Maracanã quando marcava o atacante flamenguista Adriano.

h1

Na corda bamba. Como assim?

28/05/2009

Na corda bamba.

É esse o tíitulo estampado na tarde desta quinta feira, no portal Globoesporte.com.

Sem falar no Parreira, mais do que qualquer coisa, impressiona o fascínio que o dublê de técnico Renato Portaluppi causa no Rei Midas tricolor, o dono da Unimed, o Senhor Celso Barros. Todo e qualquer técnico do Fluminense sempre está às sombras da esperança pela volta do “grande” estrategista. Acreditava-se que com Parreira, por todo o nome e respeito na história do clube, isso não acontecesse, mas….

flu-parreiraÉ difícil… Num clube em que as coisas não são nem um pouco transparentes. Ninguém sabe quanto o patrocinador paga, para quem paga. Ninguém sabe realmente quem manda, pois os mesmos que o abraçam antes, o derrubam depois, como mostra a foto.

O Fluminense é o maior desperdício do futebol carioca em anos. O único clube que tem um patrocinador fiel, que tem a parceira para contratações. Mas não há unidade. Ha anos que em todos os início de temporada, 15, 17 jogadores apareçem nas laranjeiras. No fim do ano, mandam todo mundo embora e o ciclo recomeça. ou seja, campeonato carioca passou a ser SONHO dos torcedores, porque não há conjunto que sobreviva à essa política mercantilista.

Falta planejamento. Tambem não é de hoje a política de contratações de grandes estrelas naufraga. Não é possível que os caras ainda não entenderam que não tem como dar certo contratar 2,3 craques e mistura-los a um monte de medíocres com salarios muito diferentes.

Enfim, tudo isso foi lembrado na hora em escutamos o absurdo da possível troca de Parreira por Renato Gaúcho. Mesmo que Tetra Campeão mundial Carlos Alberto Parreira ja tenha tido dias melhores e não pareça muito envolvido e vibrante com o projeto do Fluminense.

Se quer trocar, troque… Mas todos ja sabiam que o estilo Parreira de comandar era esse mesmo. E mais ainda, se for pra torcar, que seja por um melhor, o que não é o caso.

Aproveitando, deixamos a pergunta aos leitores do FLANEWS, e principalmente aos tricolores. Vocês estão felizes com a gestão do Fluminense Football Club?

h1

Festa na Catalunha!

27/05/2009

roma-uefa1O FC Barcelona conquistou hoje a UEFA Champions League 2008/09.

O time da Catalunha não tomou conhecimento em campo do seu adversário inglês.

No início, o Manchester ainda pressionou com Cristiano Ronaldo, mas logo o Barcelona tomou conta. E, apesar de seu ataque fantástico, quem fez realmente a diferença foi sua dupla de espanhóis no meio campo. Andres Iniesta e Xavi Hernandéz vencem a Champions um ano depois de terem conduzido a Espanha ao título europeu de seleções.

roma-messiLionel Messi é um capítulo à parte. O promissor atacante argentino parece ter atingido o auge da carreira. Muito habilidoso, rápido e leve. Ele levou à loucura as defesas nessa Liga dos Campeões. Ainda precisa jogar bem e desequilibrar com a camisa da Argentina, coisa que nunca fez.

O Manchester United, irreconhecível na noite romana de ontem, assistiu ao baile catalão em campo. Perdidos em campo, os jogadores acabaram o jogo dando pontapés nos espanhóis e observando atônitos a festa dos azuis-grenás. Jogadores importantes para o esquema tático do time não renderam, como Giggs, Rooney, Anderson e Evra.fiesta_barcelona

Parabéns ao Barcelona! Parabéns ao povo da Catalunya. Que pode dizer ter o melhor time de futebol do planeta.

h1

Time sem vergonha, diretoria sem vergonha

26/05/2009

Dia espetacular no Rio. Céu azul, aquela luz de maio. Vou ou não vou? Minha mulher vai levar as meninas para patinar no Leme. Boa. Mas já são 15h30. Acho que vou dar esses crédito aos caras, que lutaram bravamente na quarta. Beijo nas crianças, parti em cima da hora.

Chegando no Mário Filho, ouço o José Carlos Araújo: “O time do Fluminense entrou andando em campo, assim não dá. Entrou cabisbaixo o time do Flu. Não gostei disso…”
e o repórter: “E o Santos entrou no pique, cheio de gás”. Bah! Preciso é comprar o meu ingresso. Entrei na arquibancada aos 7 minutos de jogo e só deu tempo de sacar a câmera e filmar o 1º gol do Mariano com a camisa tricolor. Ha! Nada como um freguês para botar a casa em ordem. Idiota. A partir daí, mais um pesadelo.

Mariano incrivelmente era o melhor do time, principalmente pela sua atuação ofensiva. Mas como deve ter alguma urucubaca em cima dele, saiu contundido. Entra o pavoroso, nefasto, hediondo Eduardo Ratinho. Displicente, preguiçoso, o time deixou o Santos gostar do jogo. E como o Santos gostou. Num primeiro tempo basicamente igual, fomos para o intervalo com o 1 x 1 e algumas vaias. Vaiar? Esses caras estão loucos? Não está tão mal… Como achar que o Fernando Henrique não vá fazer o que fez? Só quem não o conhece. Alô São Paulo, não vai levar ele também? Ah, leve junto o treinador de goleiros, por favor. A torcida do Flu penhoradamente agradece, menos a Young Flu. Prometo até parar de encher o saco de vocês.

No segundo tempo, o que era uma atuação medíocre se transformou na apresentação de um bando, completamente sem noção de conjunto, desmoralizado, sem garra, sem sangue, sem nada. Seguidamente mal planejado, mal escalado e mal mexido pelo Professor Parreira, parece um time de totó da década de 50. Ao Santos, só restou enfiar um saco no Fluminense, justíssimo. Torcida vaiando muito, (só pouparam o Conca) pegando no pé do time, aplaudindo gol e olé do adversário. Cenas que odeio e me irritam profundamente. Após o quarto gol me retirei. Deveria ter saído antes.

Menção seja feita que mais uma vez fomos garfados em plena luz do dia no Maraca. Teve gol do Santos em impedimento e a expulsão do Dieguinho foi totalmente estapafúrdia. Parabéns ao time e diretoria que aceitam de bom grado essa roubalheira. Foi assim que nós caímos. Por falar em STJD, o clube deveria entrar junto com a promotoria e pedir 100 jogos de suspensão ao Ratinho! Conto com Vsas. Sras.! Time sem comando, departamento de futebol à deriva, diretoria omissa, até quando vai durar essa farra às custas do dinheiro da Unimed e da paciência dos torcedores? Só os títulos salvam e seguidamente estamos dando vexames. Falta moral, os caras não acreditam, não se impõem, não importa que demonstrações a torcida dê. O Flamengo atrasa salário, aquilo lá dentro é um saco de gatos e os caras são tricampeões.

Ontem foi a desmoralização completa de um modelo de administração. Cabe aos tricolores se associarem e tentarem mudar o rumo das coisas. Com mais mil votos na oposição pode-se eleger outro candidato. Tem de haver esses mil por aí podendo entrar no clube. Socorro!

No carro, ouvindo os comentários do rádio, o José Carlos Araújo lembrou a entrada patética do Flu em campo… o cara farejou direitinho… deveria ter dado meia volta ali. Da próxima vez…

Carlos Clark torce e sofre pelo Fluminense. Colabora com o FLANEWS com comentários e notícias do lamentável mundo tricolor.

h1

Brasileirão 2009 – terceira rodada

25/05/2009

Foi um fim de semana em que o FLANEWS não teve atividade, por conta de uma viagem. E também para descansar um pouco desse negócio de posts diários. Enfim, baterias regarregadas, vamos a algumas ntoinhas sobre a rodada do Campeonato Brasileiro 2009.

  • No sábado, o Corinthians com time misto e sem Ronaldo, recebeu o Barueri (Gremio Barueri é um nome horrível) e não conseguiu vencer a equipe do atacante Pedrão. 2×1 para o Timão com direito a gol de Souza, o criticado!
  • O Cruzeiro foi anfitrião do Vitória e a diferença técnica entre os 2 times ficou evidente no placar de 2×0, com os dois gols marcados pelo distribuidor de cotoveladas Kleber.
  • Em Goiânia, o Internacional com 7 reservas encarou o Goiás. O time gaúcho foi até pressionado mas conseguiu fazer o gol da vitória no fim do segundo tempo com o garoto Taison.
  • Já no domingo, Palmeiras x São Paulo empatarm no Palestra Italia num jogo com arbitragem polêmica e grande atuação dos goleiros. Marcos segue em 2009 com uma regularidade ade atuações de alto nível. Já o São Paulo, chegou a 2 pontos mas Muricy pareceu não estar tão preocupado com isso na entrevista coletiva.
  • No Maracanã, aconteceu a primeira goleada do campeonato. O visitante Santos não tomou conhecimento do confuso e mal treinado Fluminense e marcou 4×1. Como registro, a expulsão do lateral tricolor Eduardo Ratinho após entrada grosseira no garoto Neimar.
  • Gremio x Botafogo foi um jogo mais ou menos como Cruzeiro x Vitoria. A diferença técnica é muito grande entre os 2 times e só com muita sorte o time carioca conseguiria um bom resultado em Porto Alegre. O gremio lutará na parte de cima da tabela e o Botafogo na de baixo.
  • Na Arena da Baixada, uma virada improvável do bravo Nautico contra o Atlético Paranaense. 3×2 com virada a partir de 2×0… O Furacão é bem fraco em 2009.
  • No ABC paulista, o Flamengo teve maioria da torcida contra o Santo André. Josiel (por incrível que pareça) resolveu um jogo que não foi fácil. Mas se o Rubro Negro aspira conquistas maiores nesse brasileirao, nao podia perder ponto para o pequeno time paulista.
  • O Sport ainda parece desnorteado após a eliminação da taça Libertadores. Perdeu em casa para o Atlético-MG por 3×2. Aliás, no Galo Mineiro, o criticado Celso Roth vem iniciando um trabalho interessante. Melhor esperar um pouco mais para falar a respeito.
  • Por fim, em Floripa, o Avaí recebeu o Coritiba. Chances para ambos os lados e o resultado final foi um apaziguador 2×2.
h1

No chores por mi, Argentina

22/05/2009

ole_bocajrsO simpático Defensor do Uruguai, um clube sem torcida nenhuma, protagonizou ontem a façanha da Libertadores 2009. Ignorando toda a mística de um clube e de seu estádio, os uruguaios venceram o Boca Juniors por 1×0, dentro de La Bombonera.

Para se ter uma idéia do tamanho do feito do Denfensor, desde 2003 o Boca não perdia um jogo de LIbertadores dentro da Bombonera. O autor da última façanha tinha sido o Paysandu, de Belém, que vencera em Buenos Aires com gol do atacante Yarley. (Que viria a jogar no Boca logo depois)

Este Boca Jrs, na verdade este grupo, parece ter chegado no fim da linha. Teve seu auge na Libertadores 2007, quando venceu o Grêmio na final nos 2 jogos. Juan Roman Riquelme desequilibrou naqueles jogos.

É preciso reformular. O Técnico Carlos Ischia deve cair. Existe no Clube uma legião de jovens com qualidade. Se não fizerem nada, existe o risco de ficarem de fora da Libertadores 2010, o que seria uma tragédia.

h1

Não deu

21/05/2009

 mosaicotricolor_clark

A gente bem que tentou se enganar por aqui, mas a realidade é que o Corinthians, mesmo com o Ronaldo com o freio de mão puxado, é muito melhor que o Fluminense. Equilibrado em todos os setores, bastou fazer um gol de falta para desmoronar o time do Flu e o estádio inteiro. E o Parreira inventou uma escalação que só poderia dar no que deu.

De nada adiantou a festa da torcida, o mosaico espetacular, a presenca maciça, nada. Com esta defesa não vamos a lugar nenhum. Não que já não soubéssemos, mas decisão é decisão e sempre entramos confiantes. Parabéns ao Corinthians que mereceu, jogou seu futebol tranquilo e mostrou por que é campeão paulista invicto. O Flu fez um jogo de superação no segundo tempo e mostrou que era possível sim vencer. Mas esbarrou nas velhas deficiências do time e do técnico, que não quero comentar novamente. A torcida chegou a pedir raça, mas isso não faltou. O que apareceu no Mário Filho e não podia foi uma linha de impedimento bisonha que não pode existir num time ruim de marcação como este do Flu e que teve como resultado um gol do Jorge Henrique. 16 minutos, adeus Copa do Brasil.

Aqui só cabe destacar a atuação desorganizada porém briosa do tricolor, que superou desfalques e limitações para terminar o jogo lutando, de pé. E, principalmente da torcida, que protagonizou uma festa como a de ontem, mesmo sabendo que profissionalismo e organização passam longe das Laranjeiras. Gastar 400 mil por mês com o Fred e ter uns laterais como esses… não ia dar, não deu mesmo, tem que comprar outra defesa para almejar uma Libertadores. Quem sabe teremos time para o ano que vem. Vai dar a final que tinha que dar mesmo. Coritiba e Vasco que me desculpem, mas Inter e Corinthians merecem fazer a melhor final de Copa do Brasil em muitos anos.

Carlos Clark colabora com a FLANEWS com uma visão do mundo em três cores.