Posts Tagged ‘Internacional-RS’

h1

Futebol dos pampas

27/12/2008

 

A 29 anos:

 

 

foto1A maior de todas as conquistas: o Tricampeonato invicto, em 1979.

 

Em 1979, houve uma mobilização muito grande para recuperar o fiasco que fora o Gauchão, quando o Internacional ficou apenas em terceiro lugar. E foi difícil montar uma equipe, porque qualquer jogador em que o Inter estivesse interessado custava o dobro do que poderia pagar. A torcida, revoltada, jamais poderia imaginar o que viria a seguir. O Inter deu uma incrível volta por cima e trilhou um caminho que jamais foi repetido por qualquer time do Brasil, foi novamente campeão brasileiro, pela terceira vez e sem perder um jogo. Uma campanha invicta, irretocável.

 

 

Muitos jogadores foram trazidos de outros estados e até mesmo do Exterior. Entre eles estavam: Benitez, Cláudio Mineiro, Bira e Mário Sérgio. Mas somente no Campeonato Brasileiro é que a torcida assistiria a verdadeira força do novo time, que não lembraria nem de perto o time que disputara o Campeonato Gaúcho do mesmo ano. O Inter do técnico Ênio Andrade disputou 23 partidas na competição e não foi derrotado em nenhuma. Os colorados podiam comemorar o título inédito para clubes do Brasil: Campeão Brasileiro Invicto. Feito que jamais foi igualado até hoje no nosso futebol.

 

 

Era incrível. Os adversários entravam em campo sabendo que seriam derrotados pelo time vermelho. O rival Grêmio também se rendeu, e foi derrotado por 1 x 0 em um gol de falta cobrada por Jair. Mas muitos outros caíram diante do time do Beira-Rio. Entre eles o temido Palmeiras do técnico Telê Santana, que foi batido em pleno Morumbi por 3 x 2, numa partida exuberante de Falcão. Em Porto Alegre, foi só garantir o 1 x 1 e esperar o Vasco da Gama na final.

 

No jogo de ida, no Rio de Janeiro, foi a vez do reserva Chico Spina brilhar com dois gols, que praticamente deram o título antecipado ao Inter: 2 a 0. Faltava apenas um jogo para a torcida comemorar o tricampeonato.

Finalmente, no dia 23 de dezembro, em um Beira-Rio completamente lotado, o Internacional se sagraria campeão. Mais uma vitória, desta vez por 2 x 1, em cima do Vasco de Roberto Dinamite e Abel Braga. Jair e Falcão marcaram os gols. A terceira estrela estava posta, brilhante e orgulhosa, no peito de todos os colorados.foto2

 

 

Evandro Feltrin é gaúcho, morador de Porto Alegre e torcedor do Internacional. Escreve no FLANEWS sobre o futebol do sul do país.

Anúncios
h1

Futebol dos Pampas

11/12/2008

 

Fim de ano chegando e o futebol gaúcho se despede de uma forma que ficou bom para ambos.

O Internacional se despediu não da forma como os torcedores imaginavam, todos os colorados sonhavam com o time disputando a libertadores no ano do centenário, mas por motivos conhecidos e exaustivamente expostos isto não foi possível, tirando estes percalços podemos afirmar que o colorado não fez um grande ano mas mesmo assim fomos campeões da DUBAI CUP, GAUCHÃO E COPA SUL-AMERICANA, este poderá ser reconhecido como um grande ano  colorado somente no ano que vem.

Explico porque este ano será reconhecido somente no ano que vem.

Se o Grêmio no ano que vem ganhar a libertadores, este ano não terá validade nenhuma para os colorados, este ano será marcado como o ano em que inter com um time muito superior ao do grêmio não teve a capacidade de chegar a libertadores e ainda teve que ver o co-irmão chegando lá, em compensação se o grêmio não chegar ao titulo da libertadores este ano ficará marcado como o ano em que o grêmio não ganhou nada e ainda viu seu maior rival chegar a 3 finais e vencer todas.

Isto para quem não conhece, é a rivalidade do maior clássico do futebol brasileiro. Pelos motivos descritos acima, 2008 só acabará para o futebol gaúcho em meados de 2009. Quem viver, verá…

Evandro Feltrin é torcedor colorado e traz ao FLANEWS semanalmente as notícias do futebol do sul do Brasil.

h1

Cabeçalho

05/12/2008

Colocando em prática uma idéia de quando criamos o FLANEWS. Sempre que um time, brasileiro ou não, conquistar um título relevante o cabeçalho do blog se transformará por 24 horas num outdoor homenageando o clube e a torcida campeã.

O Internacional de Porto Alegre inaugura o espaço de homenagens.

h1

Futebol dos Pampas

29/11/2008

Das vaias a redenção:

Não  sou daqueles que admira o futebol do volante Edinho, mas uma coisa não podemos falar deste jogador, sua doação em campo é admirável, ontem após a expulsão de Guinazu foi uma coisa extraordinária, parecia que o inter estava com os 11 homens em campo, Edinho se multiplicou em campo, e na minha opinião no jogo de ontem foi o melhor e o mais importante jogador colorado.

Viva Edinho tantas vezes vaiado, inclusive por mim, é destes jogadores que o Inter precisa. Podemos comparar o Edinho com o Fernandão, não em termos de futebol mas sim em termos de doação e de crescimento de seu futebol em decisões.

O que será que acontece com o Celso Roth?

Um primeiro turno extraordinário, em um segundo turno de queda, também extraordinária, terá ele a mesma síndrome de outros técnicos, como Levir Culpi, Jair Picerni entre outros, conhecidos por uma boa arrancada em campeonatos e uma chegada não tão boa.

Será culpa do técnico ou do grupo de jogadores?

Será que torcedores e imprensa avaliaram bem o grupo do Grêmio?

Como pode um time com atacantes do nível que o grêmio dispõem ser por muito tempo o melhor ataque da competição?

Conseguirá o Grêmio a vaga a libertadores?

Já disse e repito agora se não conseguir será muita incompetência.


Evandro Feltrin é torcedor colorado e traz ao FLANEWS semanalmente sua visõ do futebol do sul dp país

h1

Em 10 tópicos: Estudiantes (ARG) 0 x 1 Internacional (BRA)

27/11/2008

•    Estádio cheio em La Plata. Bela festa argentina.
•    Jogo nervoso no início, com algumas faltas fortes.
•    E nessa pilha, entrou o bom Guinazu que acabou expulso.
•    Mas, bem posicionado em campo, a sorte sorriu para o Inter.
•    Em falha do zagueiro argentino, Nilmar sofreu penalty.
•    Alex precisou bater 2 vezes para o gol ser válido.
•    E o Estudiantes precisava de Juan Verón…
•    Mas “La Brujita” não estava em noite inspirada.
•    Muita posse de bola argentina, mas sem levar perigo.
•    Podem armar a festa no Beira Rio.

h1

Futebol dos pampas

20/11/2008

A nação colorada começou a semana com uma noticia estarrecedora, na segunda-feira a tarde morreu o Sr Arthur Dallegrave 78 anos, talvez, o mais colorado dos colorados , sócio colorado desde 1947 e conselheiro desde dezembro de 1950, foi diretor de futebol juvenil em 56, vice-presidente de futebol amador em 64 e vice-presidente de futebol do Inter em duas ocasiões: 1966/67 e em 1976/77. Presidiu o clube em 1982/83 e foi 1º vice-presidente de 2002 a 2006.

Seu Arthur tinha 58 anos de vida dedicada ao clube. Participou de vários momentos importantes do Internacional. Lamentavelmente ele não vai poder ver o Centenário daqui. Ele que era o presidente da Comissão do Centenário.

Seu Arthur participou de várias conquistas com o Internacional dentre elas:

– 1956 – Campeão Juvenil Federação Gaúcha De Futebol
– 1960  – Campeão Juvenil Federação Gaúcha De Futebol
– 1961 – Bi-Campeão Juvenil Federação Gaúcha De Futebol
– 1964 – Campeão Juvenil Federação Gaúcha De Futebol
– 1967 – Vice Campeão do Torneio Roberto Gomes Pedrosa
– 1975 – Campeão Brasileiro como Assessor da Vice-Presidência de Futebol
– 1976 – Bi-Campeão Brasileiro como Vice-Presidente de Futebol
– 1979 – Tri Campeão Brasileiro Invicto como Assessor da Vice-Presidência de Futebol
– 1982/1983 – Bi-Campeão Gaúcho de Futebol como Presidente
– 1982 – Campeão do Torneio Joan Gamper (Barcelona – Espanha)
– 1983 – Campeão do Torneio Costa do Sol (Málaga – Espanha)
– 1983 – Campeão Torneio Costa do Pacífico em Vancouver – Canadá
– 2006 – Campeão da Copa Toyota Libertadores como 1º VP (Gestão Fernando Carvalho)
– 2006 – Campeão do Mundo – FIFA

A semana tricolor também começou de forma estarrecedora mas por outro motivo, no domingo um bando de vagabundos ditos torcedores provocaram cenas lamentáveis perto do olímpico após o jogo contra o Coritiba uma facção da torcida organizada (desorganizada) geral  denominada GAS (geral ataque surpresa), trocou tiros com integrantes de outra torcida organizada a máfia tricolor, o pior do que trocar tiros em meio a uma das avenidas mais movimentadas de Porto Alegre foi o motivo pelo incidente.

Um dos motivos foi uma bandeira com o rosto do ex-jogador Everaldo, que desagradou a facção racista da organizada (desorganizada) Geral do Grêmio, a Geral Ataque Surpresa – que não gosta de negros, homossexuais e mulheres. A bandeira é de uma série com estampas de ídolos negros do clube, parte de uma campanha anti-racista.

O saldo das cenas de selvageria foram de duas pessoas gravemente feridas, as noticias aqui em Porto Alegre dão conta de que o carro em que saiu a pessoa que disparou contra os feridos seria de um conselheiro do Grêmio.

Um pouco do histórico de confusões da desorganizada geral do Grêmio:

•    23/10/2004 – Em Gre-Nal, um carrinho de pipoca é atirado no gramado do Olímpico. O clube perde mando de campo por dois jogos.
•    9/4/2006 – Torcedores depredam banheiros do Beira-Rio no Gauchão.
•    30/07/2006 – Em Gre-Nal no Beira-Rio, membros da Geral queimam banheiros químicos e apedrejam bombeiros. O Grêmio perde mando de três jogos. Dez suspeitos são denunciados e absolvidos por falta de provas.
•    17/1/2007 – À espera do goleiro argentino Saja, gremistas agridem o presidente colorado Fernando Carvalho, no Aeroporto Salgado Filho.
•    22/8/2007 – A PM evita briga de colorados e gremistas no Estadual de Juniores, no Beira-Rio.
•    28/9/2008 – Em Gre-Nal no Beira-Rio gremistas derrubam a divisória que os separava dos colorados – 16 detidos.

Evandro Feltrin é torcedor colorado e traz ao FLANEWS semanalmente as notícias do futebol do sul do país.

h1

Futebol dos pampas

15/11/2008


Mais uma vez o colorado mostrou sua força na sul-americana, venceu o Chivas na noite de quarta pelo placar de 2 x 0, mas mais importante do que ver o time vencer foi a boa atuação do time. O meio de campo colorado dominou o jogo do inicio ao fim e municio o ataque que constantemente levou vantagem sobre a defesa adversaria, na noite de ontem apenas uma coisa e deixou preocupado, a defesa colorada mesmo jogando com 4 zagueiros deixou 3 vezes os atacantes do Chivas em vias de marcar, alias o time adversário só não marcou por incompetência de seus atacantes, estamos no caminho certo e só melhorar um pouco a defesa e com certeza seremos campeões da sul-americana.

O grêmio mais uma vez se superou no campeonato e surpreendeu a todos no jogo de domingo, em um jogo em que só os gremistas achavam que poderiam vencer o palmeiras, o grêmio foi la no parque antártica e venceu o porco dando um passo importante para conquistar uma vaga na libertadores de 2009. O tricolor gaúcho foi melhor o tempo todo e inclusive poderia ter virado o 1º tempo vencendo, Marcel esteve na cara de marcos e conseguiu o mais difícil errar o gol. Para os colorados é difícil admitir mas o grêmio esta com um pé na libertadores de 2009, só não disputara a competição se for muito incompetente.

Evandro Feltrin é morador de Porto Alegre e torcedor do Internacional. Escreve semanalmente a coluna Futebol dos Pampas trazendo as novidades do futebol do Sul do Brasil.