Posts Tagged ‘Adilson Batista’

h1

BR2009 – Gremio x Cruzeiro

03/08/2009

Revivendo um célebre duelo da Libertadores 2009, o Cruzeiro foi a Porto Alegre enfrentar o Gremio no Olímpico.

O Gremio, que reina no Olímpico mas é uma tragédia quando sai de casa foi para o ataque. Dominou o jogo desde o início e para facilitar, logo aos 20 do primeiro tempo, o lateral Jonathan deu um carrinho irresponsável em Tcheco e foi expulso. Com um a mais, o tricolor gaúcho deu início a saga de perder gols. tcheco_gremio

E aí, quando se contavam os minutos para o Gremio abrir o placar, o Cruzeiro conseguiu um penalty. Num cruzamento da direita, Tcheco esbarrou em Wellington Paulista e o juiz não teve dúvida. O próprio Wellington cobrou e marcou.

Como diria Galvão Bueno: “O Gremio vive um drama no Estádio Olímpico”… Os gols perdidos se sucediam.

Veio o segundo tempo e aí o Cruzeiro resolveu facilitar ainda mais a vida do tricolor gaúcho. Thiago Ribeiro disputou uma bola com os cotovelos e foi expulso. Aí, amigo… com 2 a menos complicou de vez.

Os gols do Gremio foram acontecendo naturalmente: Rever, Tcheco, Jonas e Maxi Lopez.

A conclusão até o momento é que ambos os times deverão lutar por vaga na Libertadores. O Gremio precisa começar a conquistar pontos fora de casa para melhorar seu aproveitamento. Tem time pra isso. Já o Cruzeiro, talvez tenha até mais time que o Gremio, mas o bom técnico Adilson Batista parece ainda não ter encontrado o substituto para o meia Ramírez. Enquanto isso, vai perdendo pontos importantes que poderão fazer falta no fim.

Anúncios
h1

A semifinal brasileira

25/06/2009

No duelo entre os dois times brasileiros que continuam na Taça Libertadores, o Cruzeiro abriu vantagem sobre o Grêmio. Jogando no Mineirão lotado, o time celeste fez 3×1 no tricolor gaúcho e vai a Porto Alegre podendo perder por 1 gol de diferença para se classificar à final.

O Grmeio começou bem, mas perdeu 3 chances claras. E perder gols faceis em competições mata-mata é sempre uma situação complicada. Alex Mineiro teve uma noite pra esquecer no Mineirão.

A vantagem cruzeirense começou a ser construída aos 38 minutos do primeiro tempo, com uma cabeçada certeira de Wellington Paulista, em cruzamento  de Kleber. Empurrado pela torcida na volta para o segundo tempo, o time mineiro fez logo 2×0 num chute de Wagner que desviou na zaga gremista. O terceiro veio num cruzamento que encontrou Fabinho (ex-corinthians) livre na área.

O Gremio vivia um drama na semifinal mas um gol de falata de Souza, aos 34 renovou as esperanças gaúchas. Se vencer por 2×0 no Olímpico na semana que vem, os tricolores chegarão a terceira final de sua história.

O Cruzeiro ficou favorito à classificação às finais após o jogo de ontem. Adilson Batista faz grande trabalho no bi-campeão mineiro e conhece bem os caminhos do Olímpico de Porto Alegre. O Gremio usará a força de sua torcida e fará uma pressão imensa, mas se quiser mesmo a classificação, o primeiro passo é substituir Alex Mineiro.