h1

19/09/2009

tarja2

Como estragar o futuro de um atleta

Cara, a história só se repete. Depois de vários impasses com o tal do Eduardo Uram, que muito fez pelo Flamengo mas também muita dor de cabeça trouxe, o Rubro-Negro volta a ter indisposições com empresários.

brunopaulo

Eis que lhes apresento Pedro Pereira, o agente da mais nova aposta do Mengão, o jogador Bruno Paulo. O menino de apenas 19 anos, mostrou serviço nos gramados e parecia que estava vindo para compor um elenco deformado e necessitado de ajustes.

Se bem me recordo, ele jogou 4 jogos como profissional, desde que foi promovido dos juniores. E chegando proximo ao termino de contrato do jogador, entra em cena o tal empresário.

Bruno Paulo começou então a faltar os treinos até sua situação ser resolvida. Ele queria saber se seria contratado junto aos profissionais ou não. Através de Pedro Pereira, alegava ter ofertas muito boas fora da Gávea. E o Flamengo então fez sua parte, ofereceu 377 propostas, e nenhuma foi aceita pelo seu empresário. Ofereceu 35% dos direitos econômicos, segundo o nosso vice de futebol Marcos Braz. E nada. Restou à diretoria recuar o jogador de volta aos juniores, e assim ele começou a não comparecer mais, a nem dar noticias.

Agora o menino, quem nem 20 anos tem ainda, ja ouve na rua gritos de mercenário, e dificilmente vai conseguir reverter isso. Analise a situação. O cara joga pelo Flamengo, tem a chance de fazer parte de uma das maiores vitrines do Brasil para jogadores de futebol e por causa de alguns reais, dá pra trás, vai pra sombra, falta treino, sai de exposição.

Já o tal do empresário, que por sinal é filho de um ex-vice de futebol do Vasco da Gama, diz que tem propostas muito melhores fora do Rio. E tomara que tenha mesmo, porque ele pode estar matando o futuro do Bruno.

Infelizmente os garotos nem sempre são auto-suficientes como um Kaká, um Robinho, um Diego. Dão ouvidos aos tais empresários que prometem mundos e fundos a um garoto que nem idade para ganhar tanto dinheiro tem ainda. Não falam por si, apenas pelo “porta voz” mundano, que enxerga nos garotos máquinas caça-niquel que o enriquecerão em pouco tempo. E o que estão fazendo é tirar o jogador de sua formação obrigatória, o que acaba levando a um futuro de incertezas e deficiências técnicas.

Torçamos para que isso acabe, que “empresários” exploradores sumam e que nossas apostas voltem a ser realmente eficientes. E que o Bruno Paulo ache um bom lugar pra ele, o menino não merece o que se acontece nos bastidores administrativos.

Fellipe dos Santos é flamenguista, colabora com o Fla&News e acha um absurdo ganhar dinheiro em cima de crianças.

Anúncios

2 comentários

  1. Toda a hora a gente ouve falar de algum detalhe escabroso ou mal resolvido em negociações envolvendo este senhor. Creio ser figura nociva ao futebol.


  2. taí um caso em que o clube esta certo. O Flamengo nao pode parar a sua vida por causa do Bruno Paulo (!?!?).



Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: