h1

Análise ao vivo

21/04/2009

flam-x-botafogo-08

Fui ao Maracanã assistir à final da Taça Rio.  Desde o Brasileirão do ano passado, mais propriamente o jogo contra o Atlético Mineiro, que eu havia me recolhido à condiçào de torcedor de TV.

A distância que separam Rio e São Paulo (onde mora) é um forte motivo, mas o mais maior deles é a dificuldade de ver o meu time jogar bem. E, após a apresentação no FlaxFlu, resolvi cruzar os 400kms da Via Dutra para assistir Flamengo x Botafogo.

A experiência de assistir um clássico decisivo no Maracanã ainda é algo muito especial. Com choque de ordem e tudo… Sim, sou um crítico da ação do governador carioca que tenta organizar as cercanias do estádio. Não existem mais aquelas barraquinhas na pista da Avenida Maracanã. Não existem mais os ambulantes com cerveja. Para beber alias, o agradável Bar do Chico, ali perto do Colégio Militar, que é a concentração da Flamanguaça, se transformou num caos. Centenas de rubro negros em busca de algum chopp.bota-x-fla-ps-01

Mas, voltando ao Maracanã. Os torcedores de São Paulo (não só os do São Paulo) deveriam assistir a um clássico no Rio. Não tem nada mais legal que 2 torcidas rivais no estádio. Em se tratando de Flamengo, é complicado falar em meio a meio. Tá bom, eram 60% do Fla… Mas a graça está aí. Um lado canta, o outro vaia… E assim vai. Muito mais legal.

O jogo foi o de menos. De uns tempos pra cá, sempre que assisto um jogo no estádio, minhas maiores preocupações são os aspectos táticos dos times. Algo que ainda não é possível ver na TV. Vi um Flamengo bem armado pelo Cuca.  São 3 zagueiros (Fabio Luciano, Airton e Angelim), 5 no meio (Léo Moura, Willians, Kleberson, Ibson e Juan) e 2 no ataque (Emersom e Ze Roberto). Essa é a base, mas desses todos aí, o único que mantém regularmente uma posição é o capitão Fabio Luciano. Todos os outros, correm o tempo todo e aparecem em diferentes posições. É interessante. Mas falta penetração. Saí de lá com a sensação de que o Josiel no ataque é um mal necessário.

Me surpreendi com a postura do Botafogo. Se existia alguém que poderia ir pra frente e até se expor, eram eles. Deveriam, obviamente tentar matar o rival logo. Inexplicável a postura exageradamente defensiva. Agora, terão que se virar para segurar o Flamengo embalado e com a torcida acreditando. Um torcedor mais radical diria que eles amarelam. Não me arrisco a tanto. Considero o time mais fraco que o Flamengo, mas ainda acho que o Ney Franco dará trabalho.fla-x-botacm04

Ao Botafogo, eu diria que é preciso acreditar. No dia que voltarem a ver seu time como grande. Pararem de ver conspirações em tudo. Deixarem de ser os coitadinhos, os sempre prejudicados, etc… Se perder, levantem a cabeça e sigam em frente. Mostrem que chororô é coisa do Montenegro e da sua turma.

Faltam 2 jogos pro Cuca poder dizer que tem um título. Até acho que ele mereça e tenha boas chances de conseguir. Só não dá pra ter certeza.

Léo Pereira
é fanático por futebol e torce pelo Flamengo. Para falar desses assuntos, criou o blog FLANEWS.

Anúncios

5 comentários

  1. Conheço muitos estadios brasileiros e posso garantir que o clima de festa que ha no maracana é dificil de achar. Talvez so a Fonte Nova com BA-VI.


  2. De torcida, o Rio dá show.
    E aí, Léo, viu que ao vivo que o Botafogo não é nenhum bicho papão, né? Muita correria, pouco poder de decisão. O Fla embola muito, é o preço desse povo todo no meio. Em final, dá até pena do Botafogo…


  3. Igual aqui eu nunca vi. Será que o Botafogo vai apagar de novo?


  4. Gostei das mocinhas com as cruzes! rs


  5. Fora do Rio, só assistí a dois jogos. No Morumbí, SPFC x Corinthians, e na Arena da Baixada, Atlético-PR x Flamengo. Nada que se aproximasse das festas do Maracanã. Tenho amigos de Goiás, Paraná e São Paulo que concordam plenamente comigo (e com vocês).

    E quanto ao Campeonato Carioca, é realmente impossível prever qualquer coisa. Eu só sei que no ano passado, frustrado com o vexame (e o Cabañas) que nos tirou da Libertadores e com a sequência de derrotas patéticas no maracanã, eu me sentia frustrado com o fato do Flamengo só conquistar Campeonatos Cariocas e Copa do Brasil. Mas agora, estou vibrando, louco para comemorar. Como é bom cantar “vice de novo” no final do segundo tempo. Imagino que deve ser horrível ouvir isso vindo da outra torcida.

    Quero muito! Mais um tri, inteiro em cima dos chorões, quero muito o primeiro “trigésimo primeiro título carioca”, e principalmente, quero muito que todos vejam que o Flamengo ainda é “time de chegada”.

    Quero ser campeão com o Cuca, e ouvir os botafoguenses explicando que dessa vez a culpa foi dos astros, da crise mundial, do cortador de gramas do Maracanã, da máfia italiana, do Roberto Jefferson ou de uma conspiração intergalática que envolve inclusive todos os citados acima.

    Meeeenngoooooo!! Meeeenngoooooo!! Meeeenngoooooo!!



Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: