h1

De plebeu a rei

09/03/2009

Ronaldo Nazário de Lima, 32 anos.

1136144-0744-gaConsiderado acabado por muitos, o atacante entrou no segundo tempo do Derby Paulista, disputado em Presidente Prudente. E dessa vez, sua participação foi marcante. Uma bola na trave num belo chute da entrada da area. Uma boa jogada pela ponta esquerda, virando em cima do zagueiro palmeirense.

E, o gol… de cabeça, aos 47 minutos do segundo tempo. E quis o destino que o gol do cara que se recusa a render-se aos problemas físicos fosse de cabeça (Fundamento que ele admite não executar bem).

Parabéns ao Ronaldo pelo retorno. É bonito ver que ele realmente ainda ambiciona coisas no futebol.

Mas, é preciso ter calma.

A mídia tem o poder de transformar as pessoas de Rei a Plebeu em questão de dias. Ontem, ele foi execrado. Hoje será exaltado.

Não se deve, simplesmente esquecer as estripulias do jogador nas noites por aí. Ele precisa se concientizar de que é formador de opinião. E deve dar exemplo. Ronaldo foi o maior jogador de futebol que muitos moleques de hoje viram jogar (É o maior artilheiro da história das Copas do Mundo). Não condiz com a posição de ídolo que alcançou, os constantes escandalos nas casas noturnas e esquinas brasileiras.

Fica a esperança de que num futuro próximo, possamos também dar parabéns também ao Ronaldo Homem, e não só ao atacante do Corinthians.

Anúncios

4 comentários

  1. Apenas um comentário sobre o jogo, com uma qualidade horrível, entre Palmeiras e Corinthians. O que foi a observação” de nosso saudoso comentarista de replay, Sr. Arnaldo César Coelho, que esbravejou: “Que falta de sensibilidade do árbitro de dar amarelo para o Ronaldo, esse é um evento mundial”. Ele disse algo assim, prefiro nem lembrar. Mas é lamentável, um ex-árbitro falar algo assim. Ele deveria lembrar que futebol é futebol. Se ele quer ver show, que vá ao Credicard Hall.

    Tenho dito.


  2. sem falar na arbitragem!!!! Ronaldo, ano que vem é ano do centenário das frangas….vai ficar cada vez mais escandalosa a torcida pelo time da marginal sem número…


  3. Aquele gol até o Fernando Vannucci faria. Naçnao rubro-negra, vocês tem que bater palmas é para a carta que o Zezé Perrela escreveu sobre o tarado obeso.


  4. Po, sou flamenguista e como apaixonado por futebol, graças a esses lances emocionantes e surpreendentes, gostei muito de ver esse lance aos 47 min da segunda etapa do jogo. Mesmo com todas as polêmicas, a história de superação de Ronaldo é mesmo empolgante.

    Na época em que ele fechou com o Corinthians, grande parte da torcida do flamengo o chamou de traidor, principalmente por ter feito isso aparentemente “escondido”. Mas eu acredito que a Nike não ia querer ele no time do pederasta de gravatinha borboleta que está querendo a tempos apunhalá-la pelas costas, então nem tenho bronca com esse fato. Mais que isso, não sei se tal estrela baladeira no Flamengo, em meio ao caos administrativo não iria somar tanto assim, embora precisemos desesperadamente de um atacante há tanto tempo.

    Concordo sim, com o texto acima, do Flanews e com o poder da mídia. O tempo vai nos mostrar se a brilhante tarde de ontem vai motivar o Ronaldo a buscar um fenomenal futebol mais do que deixá-lo sentir-se a maior estrela, que não precisa treinar tanto nem estar em forma física tão boa como os outros .



Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: