h1

Obrigado, futebol.

28/09/2008

 

Nunca me canso de exaltar o futebol. É um esporte como nenhum outro. Fantástico, emocionante e … Sei lá, teria tantos adjetivos pra colocar no fim dessa frase que talvez o melhor a fazer é deixá-la com reticências.

 

Em um fim de semana absolutamente familiar, numa pequena cidade do Sul de Minas Gerais, caçei um bar para assistir Flamengo x Sport. Não foi difícil… Todos aqui dizem que pelo menos a metade da cidade é flamenguista. Portanto, o principal bar da praça central da cidade tinha uma TV ligada no Sportv transmitindo o jogo. E o clima era aquele que a gente conhece… Pra ser mais específico, é o clima de qualquer bar rubro negro fora do Rio de Janeiro quando há jogo do Flamengo.

 

O jogo começa debaixo de chuva no Rio. E o Flamengo com seus já conhecidos problemas… Josiel trombando na frente sem acertar a bola. Leo Moura e Juan muito marcados. Juan aliás, era marcado por Carlinhos Bala. O técnico Nelsinho Batista escalou o folclórico atacante como lateral direito.

Kleberson e Ibson erravam passes e não davam prosseguimento as jogadas de ataque. E a chuva aumentava gradativamente…

Com um lance de possível penalty marcado como falta fora da área, o Flamengo ameaçou com Marcelinho Paraíba. O bom goleiro Magrão fez grande defesa já caído. E assim terminou o primeiro tempo.

 

Veio o segundo tempo e o Flamengo com Obina (sempre ele!!!) no lugar de Josiel. Tudo andava normalmente, com aquela pressão normal rubro negra e a bola cruzando a área do Sport por todos os lados. Eis que, o idolatrado Bruno sai mal num escanteio do time pernambucano e gol do Sport… Eram 10 minutos do segundo tempo. Havia tempo, e havia chuva…

Com Sambueza no lugar de Everton o Flamengo partiu pro empate, mas o gramado encharcado e a desorganização tática promovida pelo Caio Jr complicavam tudo. O tempo passava e a luta pelo sonhado título iam ficando distantes. Aos 30 minutos, tudo ou nada… Sai Ibson e entra Vandinho. Um grande amigo jogador de Winning Eleven diria que aí, virou “bumba meu boi”…

Bola na área pra cá e pra lá, e nada… e mais do que chuva, já havia dilúvio…

Aos 37, o bom lateral Juan domina pela esquerda, tabela com Vandinho e toca na saído do goleiro nordestino. Gol do Flamengo!!!

A essa altura eu já entoava cantos da torcida rubro negra em pleno boteco, na cidadezinha do interior mineiro… “Oh, vamos virar Mengôo…. “ Gritava eu abraçado a meus novos companheiros de torcida.

O tempo passa, o jogo vira um drama pra Nação. Aí, lá pelos 44, num escanteio curto, o argentino Rubens Sambueza cruza e Vandinho se antecipa e desempata o jogo. Incrível!!! O Flamengo voltava à disputa do título…

 

E eu nesse momento, me abraçava aos companheiros de boteco comemorando a vitória do meu time. Vitória que vale muito… Muito mais que apenas 3 pontos… Tenham a certeza de que no próximo jogo do Fla no Rio, teremos mais que os 40.000 loucos que hoje la estiveram debaixo daquela tempestade. Aliás, que torcida é essa???

 

Obrigado futebol… Por me proporcionar tamanha emoção numa simples tarde de sábado em Areado-MG. Valeu…

 

Léo Pereira é um carioca / rubro negro que mora em São Paulo e tem família no Sul de Minas. Administrador do FlaNews em companhia dos amigos Pucheu, Phill e Ricardo Aquino.

Anúncios

9 comentários

  1. Que jogo…………..
    Muito bom o texto…… Bem legal o blog…..
    vou visitar mais x……


  2. pow cara.. pertinho da minha cidade.. ALfenas…

    qq dia desses aparece aki para assistirmos o jogo do mengo…
    aki tem um bar q enche de Flamenguista tbem…


  3. Quem cruzou foi o Paraiba, nao o Framboeza


  4. Muito bom Leo, manda um beijo para todos, estou nesse momento com 39 graus de febre e rouco pelo jogo de ontem!


  5. LEO: Sugiro uma reportagem sobre o recentemente inaugurado museu do futebol. Tenho um colega de Banco em São Paulo q


  6. Truncou a minha mensagem: Meu colega esteve lá ontem e disse que é show.


  7. Pô eu tava no carro com a patroa e ela parou num sinal em frente a um boteco na Marques de São Vicente. Tava 1×0 pro Sport, e nem pensei duas vezes: Mõr vou ver o finzinho do jogo faltam dez minutos. Saí do carro, ela foi pra casa com o pimpolho. Buteco meia bomba, um frio desgraçado na Gávea com direito a chuvisco. Pedi uma cerveja, enchi o copo, cumprimentei a galera que tava muvucada em frente a tv e… GOOOOOOOOOOOL, voou cerveja pra tudo quanto é lado, abracei os íntimos desconhecidos e começamos a berrar “OOOOOOOOO VAMO VIRAR MENGOOOOOOO” na até então tranquila tarde… Duas cervas depois e o gol da virada, festa na calçada, cânticos em geral e… PFFFFFFFFF, explode o transformador de um poste e falta luz! Ahahahahah…


  8. Grande Pessoa!!!
    Foi impressionante esse jogo mesmo… esquecendo que o time jogou mal pra cacete, a luta em campo dos jogadores me animou. Acho que podemos acreditar em algo mais do que Libertadores mesmo. Apenas espero que o Prof. Caio Jr pare de inventar e colabore…

    Obrigado pela participação. Apareça mais!


  9. Dado,

    O museu do futebol merecerá sim um grande “Reportagem” aqui no Flanews. Estou me programando para visitar mas tem que ser com tempo pois dizem que tem materia la pra passar o dia entretido… Assim que for, eu escrevo aqui… Se por acaso alguém que la esteve quiser escrever algo, ta liberado… enviem email para:

    flanews.wordpress@gmail.com



Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: